Metal Open Air: cancelado por organizadores do festival

Matéria de Estefani Medeiros e Marcus Vinícius Brasil, publicada no UOL, relata que o Festival Open Air foi cancelado ... - [Clique Aqui e Leia Mais]

Anthrax: Scott leiloa 200 ítens de sua coleção pessoal

SCOTT IAN abriu seus cofres e o arquivo do ANTHRAX. O guitarrista está leiloando vários itens adquiridos ao longo de mais 30 anos de sua história ... - [Clique Aqui e Leia Mais]

Iron Maiden: Adrian Smith confirma planos para novo álbum

Em entrevista ao programa That Metal Show, da rede VH1, o guitarrista Adrian Smith, do Iron Maiden, falou a respeito dos próximos planos da Donzela de Ferro para 2012 e 2013 ... - [Clique Aqui e Leia Mais]

Megadeth: fã de dez anos pega a munhequeira de Mustaine

As fotos dispensam qualquer tipo de comentário. Veja Mais Clicando Aqui - [Clique Aqui e Leia Mais]

Guns N' Roses: ex-empresário insinua que Axl é bissexual

O ex-empresário do GUNS N’ ROSES, ALAN NIVEN, falou semana passada com o site estadunidense LEGENDARY ROCK INTERVIEWS e ... [Clique Aqui e Leia Mais]

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Whitesnake: Coverdale responde perguntas feitas por fãs


O último episódio do Whitesnake TV, em que o frontman do WHITESNAKE, David Coverdale, respondeu perguntas por vídeo de seus fãs sobre sua vida, música e carreira, pode ser visto abaixo.

Em uma recente entrevista para site albanês Top Channel, perguntaram a Coverdale o que os fãs podem esperar da banda em um futuro próximo. "Eu sempre fico renitente em discutir em detalhes o que estamos planejando pois eu anda gusto de 'surpresas'."

Ele continuou, "Nos dias de hoje, com a tecnologia globalizada e mídias sociais opressivas, está ficando cada vez mais difícil manter segredo sobre qualquer coisa até que ela esteja pronta a ser revelada. Nós temos o Whitesnake.com que é um site bem global e interativo e eu respondo às perguntas das pessoas tentando ao máximo não revelar demais."

"Estamos em plena atividade esse ano nos bastidores. Muitas coisas animadoras sendo forjadas. Dois projetos de que posso falar estão relacionados com a conclusão do projeto 'Forevermore'. Um DVD de show da turnê do ano passado e também um CD ao vivo duplo trazendo diferentes shows. Isso está tomando corpo satisfatoriamente e acho que muita gente vai gosta de reviver a experiência que teve no show conosco em 2011. Nós também demos início à Whitesnake TV, que teve um ótimo começo e parece estar agradando a muita gente."

Perguntado se o WHITESNAKE fará turnê ano que vem, Coverdale disse, "Há planos para começar na Europa em maio, ouvi dizer, mas ainda não há nada concreto. Mas, é claro, esperamos estar por aí de novo. Nós nos divertimos demais com o público para ficarmos em casa por tanto tempo!"

Falando se todos seus planos envolvem o WHITESNAKE, ou se seus fãs pode esperar outras colaborações ou projetos solo, Coverdale disse, "o WHITESNAKE é minha prioridade e nesse momento eu não tenho nenhum plano de trabalhar com outros artistas. Mas, você sabe como é o rock and roll… tudo pode mudar com um telefonema."

Arch Enemy: banda manda mensagem para fãs brasileiros


Arch Enemy fará apresentação única em São Paulo, em 25 de Novembro no Carioca Club.

A banda mandou uma mensagem para os fãs brasileiros, assista o video no link abaixo:
https://www.facebook.com/photo.php?v=487981451241687

Mais informações sobre o show:

Locais de venda de ingresso:
LOJA 255 (Galeria do Rock, Rua 24 de Maio, 62, primeiro andar, loja 255, São Paulo-SP,fone: 0xx11 3361-6951)
CARIOCA CLUB (Rua Cardeal Arcoverde, 2899, São Paulo - SP,0xx11 3813-8598)

Venda de ingressos pela internet:
http://www.liberationstore.net

Local: CARIOCA CLUB
Rua Cardeal Arcoverde, 2899. (Próximo à estação Faria Lima do Metrô)
São Paulo - SP
http://www.cariocaclub.com.br
0xx11 3813-8598

Abertura da casa:18h00



Metallica: esposa de Robert Trujillo discute sua arte



A Radio Metal conduziu uma entrevista com Chloé Trujillo, esposa do ex-baixista do SUICIDAL TENDENCIES/OZZY OSBOURNE que atualmente toca no METALLICA, Robert Trujillo. Alguns trechos da conversa seguem abaixo.

Radio Metal: Você pintou alguns dos baixos de Robert: eles podem ser vistos em seu site. Qual é o processo que você usa para personalizar um baixo? Você trabalha diretamente com os baixos Warwick?

Chloé Trujillo: Os primeiros baixos que eu fiz não eram Warwick: praticamente aconteceu por acidente. Robert teve um baixo de madeira totalmente em branco, ele me deu e me disse para fazer algo sobre ele e como estávamos em Paris, tive à minha disposição, na adega do meu avô, todo o meu material de trabalho. Por isso, comecei a trabalhar neles em Paris com o meu material antigo, e como foi para Robert, eu queria fazer algo que combinasse com ele, como nos meus quadros, eu não planejei nada. Nós estávamos alugando no momento, um pequeno apartamento em Paris, que nos hospedamos há três meses, e foi durante esse tempo que eu terminei o meu primeiro baixo. Ele amou o resultado e imediatamente me deu outro para fazer. Depois disso, ele descobriu que os baixos Warwick são os melhores, até que ele me deu um e daí ele foi me dando outros. Eu conheci os caras da Warwick na NAMM (convenção de música de Los Angeles). Eles nos convidaram e gentilmente ofereceram um baixo para o nosso filho. Eles me perguntaram se eu estaria interessada em pintar outros instrumentos. Eles me enviaram dois deles que tinham sido utilizados na turnê do Metallica para os shows no Canadá e no México. Desde então, recebi um e-mail e eles vão me mandar dois outros baixos nos quais tenho planos para pintar. Esta aventura começou por acidente em Paris, e foi seguido por um efeito de bola de neve.

Radio Metal: Você poderia fazer uma obra de arte em um disco do Metallica?

Chloé Trujillo: Para mim, isso é possível. Se me perguntarem, vou dizer que sim, mas eu não quero extrapolar nas coisas. Eu não sou oportunista, mas se a ideia vier deles, eu nunca vou dizer não, seria uma grande honra. Recentemente, desenhei duas palhetas novas para Robert, ele me disse que precisava de algo novo e por isso ele queria saber se eu poderia projetá-las. Realmente me agradou muito! Esse cara é alguém que eu conheço há anos, ele sabe que eu sou uma artista, mas foi só para esta ocasião que ele me pediu para fazer isso. Eu nunca fui forçada em nada, se eles me perguntassem eu aceitaria com prazer: Eu gosto quando as coisas vêm naturalmente.

Radio Metal: Antes de ingressar na banda de Ozzy e depois no Metallica, Robert ficou conhecido por causa de sua linha de slap no baixo, e seu lado funky: ele foi um dos mais renomados músicos de funk-metal no baixo. Já tem algum tempo que não ouvimos ele fazendo esse tipo de linha: você sabe como ele se sente sobre isso? Será que ele sente falta de sua pegada e que gostaria de reintroduzi-la em seu modo de tocar?

Chloé Trujillo: Ele está muito feliz de estar no Metallica. Todos os caras se dão muito bem juntos, está tudo bem, mas é verdade que quando ele toca em casa, suas linhas de funk sempre saem: Eu acho que ele sente falta. Eu imagino que o Metallica irá certamente escrever um novo álbum, mas eu não sei exatamente quando: Eu não estou na banda para saber o que está acontecendo. No entanto, cada vez que isso acontece, Robert é bem participativo, gosta de escrever muito, e eu sei que ele ama tudo que tem um lado "funky". Ele ouve metal, diferentes bandas, mesmo as novas, mas ele não esquece suas raízes. Eu sei que quando ele está com seu baixo, ele interpreta o máximo de linhas de funk: é algo que ele tem de fato nele.

Kiss: vídeo de matéria no Jornal da Globo


Uma matéria de pouco mais de dois minutos foi veiculada no JORNAL DA GLOBO sobre o show do KISS no dia 14 de novembro em Porto Alegre, estreia da "Monster Tour 2012" no país.

Black Sabbath: Geezer Butler registrando novas faixas


De acordo com uma postagem na página oficial do BLACK SABBATH no Facebook, o baixista da banda, Geezer Butler, “já está pronto para gravar mais algumas faixas de baixo para o novo álbum.”

O guitarrista do grupo, Tony Iommi, ja esclareceu o estado do novo CD em uma entrevista com “The Blairing Out With Eric Blair Show”. Por mais que haja rumores que a banda já tenha gravado 15 músicas, Iommi explicou: “Isto está errado... Nós escrevemos 15 músicas e tocamos todas, mas neste momento ainda estamos em processo de gravação. Gravamos uma versão preliminar em minha casa, na Inglaterra, mas agora estamos gravando de verdade. Estamos na sexta faixa no momento”.

Iommi, Ozzy Osbourne e Geezer Butler estão registrando o primeiro álbum do BLACK SABBATH juntos desde “Never Say Die”, de 1978.

AVISO OFFICIAL: RockNews retoma trabalho


Sim, queridos Leitores, na qual nos seguem desde quando a RN foi fundada.

Nós estamos de volta, proporcionando a todos vocês, o melhor design juntamente com as melhores Noticias do Mundo do Rock.

MOTIVO DA PAUSA:
O abandono do site, foi devido a problemas de saúde do ADM Deris (Fundador do Site), na qual editores extremamente relaxados, fizeram o mesmo.

AGORA ESTAMOS DE VOLTA!
AGUARDEM POR NOVIDADES!

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Banda Quebrando o Sigilo faz noite dedicada ao Rock' N Roll em Manaus...


         A Quebrando o Sigilo é uma banda formada por professores da Academia de Música de Manaus, reunidos pra fazer em primeira mão, um Luau só com músicas do Los Hermanos, com um repertório recheado de sucessos, um novo arranjo e uma nova dinâmica, esse será sem dúvida um dos melhores Especiais em homenagem a banda já feitos.

        O bar terá decoraçao e temática voltado ao Luau proporciando assim um ambiente agradável, aconchegante e de muita emoção a quem vier nesse dia, que será sem dúvida inesquecível aos fãs e simpatizantes dessa banda de tanto sucesso.


Quando? 08 de setembro
Onde? Molex Burguer (Rifs Instrumental)
Quanto? R$15,00 (valor único), você pode comprar seu ingresso no site: https://www.ingresse.com.br/luauloshermanos
Que horas? A partir das 20:00h

Informações: (92) 9432-7317 / 8136-1500

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Colunas - Lippy: Eles foram Grandes! Mas não Geniais...




É impressionante como a morte pode fazer bem para uma carreira musical, ela é, sem sombra de dúvida, a mais eficiente jogada de marketing que um musico pode se arriscar a fazer.

Isso mesmo amigos leitores, não pensem que bati com a cabeça no canto da pia da cozinha, apenas constatei algo irritantemente frenquente no mundo musical. Durante a história fomos bombardeados de exemplos de artistas que depois da morte ganharam uma inexplicável áurea de divindade, tornando-se verdadeiros mitos acima do bem e do mal, uma deificação que muito pouco corresponde com a verdade.

Jim Morrison, Kurt Cobain e até mesmo Fred Mercury são exemplos de músicos que foram vítimas dessa “babação de ovo” irresponsável depois de suas mortes.

Mas porque irresponsável? É simples, esse endeusamento exagerado esconde averdadeira história por trás de cada personalidade, os desvios de caráter, as grandes mancadas, as canções ruins, os conflitos pessoais e profissionais e é claro os inúmeros micos que estes artistas deixaram de brinde para o mundo. Além de que é uma covardia imensa com os diversos músicos incríveis que cercavam esses “mitos” e foram responsáveis por grande parte do sucesso de suas bandas e que hoje são praticamente jogados no ostracismo.

Os fãs e público em geral ficam tão ocupados em “babar o ovo” desses artistas que esquecem, por exemplo, das incríveis e inexistentes experiências com índios mortos, almas de índios mortos e sangue de índios mortos do “pancada” Jim Morrison que renderam ao The Doors duas das mais horríveis canções que já ouvi "Peace Frog" e "Ghost Song". Esquecem da personalidade destrutiva, depressiva e em alguns momentos nefasta de Kurt Cobain que criou a tenebrosa música “Aneurysm” uma de várias porcarias que o Nirvana produziu. Esquecem também do quão cafona era o Queen, do patético dueto entre Fred Mercury e Montserrat Caballé (que aliás até hoje me dá pesadelos), esquecem até mesmo de sua desastrosa carreira solo que deu vida a abominações como "I Was Born to Love You", "Las Palabras de Amor", "Back Chat" e "Calling All Girls".



Não me levem a mal, não sou insensível, muito menos burro, sou um grande admirador dos três músicos quecitei aqui, que são grandes não só como intérpretes, mas também como compositores, mas também sou fiel a verdade, eles estão longe de estar acima do bem e do mal e apesar de serem grandes não merecem carregar a alcunha de gênios.


por Bruno Lippy.



quarta-feira, 20 de junho de 2012

Radiohead: veja imagens do palco destruído no Canadá

A tragédia aconteceu antes do show do RADIOHEAD em Toronto, no Canadá, neste último sábado (16 de junho), quando o palco desabou, matando uma pessoa e ferindo outros três. O incidente é mais um de uma série de colapsos que já aconteceram em palcos em diversos lugares ao longo do ano passado.

O acidente ocorreu enquanto a equipe estava se preparando para o show agendado para acontecer no Downsview Park. O show que já estava com os ingressos esgotados foi cancelado. A banda enviou a seguinte mensagem via twitter: "Devido às circunstâncias imprevistas desta noite, o show no Downsview Park foi cancelado. Os fãs são aconselhados a não se dirigirem para o local".

Pantera: "nós éramos como um exército", diz Vinnie Paul

No início dos anos noventa o Pantera  deu um grande passo em sua carreira, e com a recente reedição do álbum de 1992, "Vulgar Display of Power" vinte anos depois, é difícil não se lembrar do impacto que o Pantera  causou na música naquela época.

Em uma nova entrevista com a Rolling Stone, o baterista Vinnie Paul falou sobre o clima no estúdio durante aquela época, como ele se sente sobre o álbum duas décadas depois e o que o futuro reserva para a Pantera.

Quando perguntado se o clima em estúdio era trabalho ou lazer, Paul disse que a música sempre vinha em primeiro lugar para o Pantera. "Sempre trabalho primeiro e depois me divirto", explicou Paul. "Sempre gostamos de levar as coisas a sério e chutar alguns traseiros, e em seguida, por volta das duas, três, quatro, cinco horas da manhã - sempre que terminávamos, nós abríamos uma garrafa de uísque e tomávamos um porre e tudo que precisávamos fazer era apenas sentar e ouvir o que tínhamos feito. Nós pensávamos no que fazer para deixá-lo melhor e realmente ficamos bem animados com o resultado".

Ao se lembrar daquela época, bateu um sentimento solidário. "Eu só me lembro que éramos um exército. E se você ferrava com um de nós, você ferrava com todos nós", disse Paul. "Nós tiramos o melhor de cada um de nós, e em cada álbum que fazíamos, essa montanha ficava mais alta e mais alta para subir".

Quanto ao que o futuro reserva para o legado do Pantera, Paul acha que é melhor deixar a música como ela está. "Foram realmente bons momentos, e é hora de todos nós seguirmos em frente com outras coisas que estamos fazendo", explicou Paul. "E nós estamos fazendo nossas próprias coisas e estamos felizes com isso. Mas o Pantera definitivamente foi especial".

Metallica: meet&greet, ensaio e música ao vivo na Alemanha

Rob Zombie: Álbum de remixes chega às lojas em agosto

Está agendado para o dia 07 de agosto o lançamento do álbum “Mondo Sex Head”, disco que trará versões remixadas de diversas músicas do vocalista Rob Zombie. O álbum trará, inclusive, faixas da época que o vocalista era integrante do White Zombie.

“Mondo Sex Head” trará remixagens feitas por Jonathan ‘JDevil’ Davis, do Korn, e Chino, do Deftones, entre outros. As músicas foram escolhidas pelo próprio Zombie. “Gosto da idéia de pegar algumas canções e reconfigurá-las”, comentou o vocalista e cineasta.

Antes do álbum estar disponível, serão lançados dois EPs, apenas em formato digital, contendo material do disco e alguns remixes inéditos. Abaixo o repertório do álbum:

01. White Zombie - Thunder Kiss '65 (JDevil Number of the Beast Remix)
02. Living Dead Girl (Photek Remix)
03. Let It All Bleed Out (Document One Remix)
04. Foxy Foxy (Ki:Theory Remix)
05. White Zombie - More Human Than Human (Big Black Delta Remix)
06. Dragula (††† - a.k.a. Chino Remix)
07. Pussy Liquor (Ki:Theory Remix)
08. Lords of Salem (Das Kaptial)
09. Never Gonna Stop (Drumcorps Acid Remix)
10. Superbeast (Kraddy Remix)
11. Devil's Hole Girls (Tobias Enhus Remix ft. The Jane Cornish String Quartet)
12. Burn (The Bloody Beetroots Motherfucker Remix)
13. Mars Needs Women (Griffin Boice Remix)

The Offspring: Ouça as músicas do novo disco

Depois de divulgar a música “Cruising California (Bumpin’ In My Truck)” e o vídeoclipe de “Days Go By”, agora o Offspring liberou na internet todas as faixas do repertório do novo disco de estúdio do grupo.

O novo álbum, que leva o nome de “Days Go By”, será lançado oficialmente na próxima terça-feira, 26, mas os fãs já podem conferir as 12 músicas do disco através da página da banda no SoundCloud: http://soundcloud.com/theoffspringsc.

“Days Go By” foi produzido por Bob Rock, que tem no curriculum trabalhos com Aerosmith e Metallica, entre outros. Abaixo o repertório do disco:

01. The Future Is Now
02. Secrets from the Underground
03. Days Go By
04. Turning Into You
05. Hurting As One
06. Cruising California (Bumpin' In My Trunk)
07. All I Have Left Is You
08. OC Guns
09. Dirty Magic
10. I Wanna Secret Family (With You)
11. Dividing By Zero
12. Slim Pickens Does the Right Thing And Rides The Bomb To Hell

Def Leppard: banda regrava sucessos para versões digitais

A banda inglesa Def Leppard irá regravar seus maiores hits por causa de problemas com a gravadora sobre os direitos das versões digitais das mesmas.
 
Em entrevista à MTV, Joe disse: “É uma decisão de negócios bem tomada. Como posso dizer isso de forma educada ? Vínhamos com uma grande discussão com a nossa ex-gravadora sobre os direitos de nossas músicas antigas em formato digital. Não conseguíamos chegar ao um acordo que seria justo para ambos.

Então decidimos regravar todos os nossos hits. Começamos com “Pour Some Sugar On Me” e “Rock Of Ages”e acho que fizemos um bom trabalho, mas é difícil tentar recriar algo que você fez 30 anos atrás.

E não pode ser como uma versão ao vivo que é mais solta e você pode improvisar, fazer solos de guitarra mais longos e tem o público ao fundo. Nós temos total consciência do fato de que quando as pessoas baixam nossas músicas no iTunes, elas querem ouvir da maneira que se lembram delas.

Não há nada pior do que se decepcionar com seus artistas favoritos. Nos anos 70 um cara chamado Andrew Gold fez uma música chamada “Lonely Boy” que era linda. Enquanto estávamos em turnê, essa música veio na minha cabeça e fui baixá-la para ouvir. Baixei o que achei que era a original, mas era uma regravação, horrível, tipo de karaokê.”

Pearl Jam: Ex-gestor financeiro é acusado de roubar a banda

O ex-gestor financeiro do Pearl Jam, Rickey Charles Goodrich, está sendo acusado de ter roubado US$ 380 mil da banda, segundo o site do "The Guardian".

Ex-diretor financeiro da Curtis Inc, empresa que gerenciava os lucros da banda, Goodrich teria pego o dinheiro entre 2006 e setembro de 2010, quando foi demitido.

Os promotores dizem que ele transferiu dinheiro de contas da empresa para pagar dívidas que ele e sua mulher tinham acumulado. Ele também é acusado de ter usado cartões de crédito da empresa para pagar artigos de uso pessoal, incluindo férias em família e vinho. O ex-gestor deve fazer sua apelação no dia 28 de junto durante audiência que será realizada no Tribunal Superior de Seattle.

Os roubos teriam provocado um prejuízo de US$ 556 mil à empresa de gestão, incluindo os gastos com as investigações. Kelly Curtis, um dos donos da Curtis Managemente disse que está "profundamente triste com a situação", mas que está ansioso para uma resolução.

Bob Dylan e Mark Knopfler: farão turnê conjunta pela América do Norte

Duas lendárias figuras do rock mundial se juntarão novamente para uma turnê. Depois dos shows pela Europa em 2011, Bob Dylan e Mark Knopfler agora têm para o segundo semestre uma série de shows pela América do Norte. De acordo com o Music-News.com, as datas confirmadas acontecem ao longo do mês de agosto e início de setembro.

Ambos estarão prestes a lançar material inédito. Em setembro, Dylan coloca no mercado um álbum ainda sem título confirmado. No mesmo mês, o ex-Dire Straits apresenta 'Privateering', um trabalho duplo. "Eu estou muito ansioso para cair na estrada com Bob em um ano tão especial", disse Knopfler em 2011 em um comunicado. "Além disso, foi uma honra ter sido convidado para gravar uma das músicas dele para o álbum [coletânea] de 50 anos da Amnesty International, que [também] irá celebrar seu aniversário de 70 anos [de Dylan]".

A história mostra outras parcerias entre Mark Knopfler e Bob Dylan. O líder do Dire Straits esteve envolvido em dois álbuns de Dylan: gravou a guitarra-solo de 'Slow Train Coming' (1979) e produziu 'Infidels' (1983).

Kiss: divulga vídeo promocional para o livro "Monster"

O Kiss divulgou nesta terça-feira (19) um trailer promocional para o livro batizado com o mesmo nome de seu próximo e aguardado álbum, 'Monster'. A publicação traz uma série de imagens da banda ao vivo, incluindo raridades, abrangendo todas as fases de sua carreira – desde os primórdios aos dias atuais. A ideia é celebrar os 40 anos de carreira.

Foi disponibilizada para pré-venda uma edição limitada de mil exemplares numerados e autografados por Paul Stanley, Gene Simmons, Tommy Thayer e Eric Singer. Há dez opções de capas, sendo o diferencial de cada uma a bandeira de um país. São eles: Estados Unidos, Canadá, Austrália, Alemanha, Japão, Reino Unido, Suécia, Noruega, Rússia e Brasil.

'Monster' também chama a atenção por causa de suas dimensões: 91,44 x 76,20 cm. O lançamento oficial da obra acontece no dia 3 de julho. Um dia antes, o Kiss apresenta o single de estreia de seu novo álbum - o título da faixa ainda não foi divulgado. O 20° registro deles tem previsão de sair em outubro.

The Runaways: ex-integrantes voltam a se falar

Lita Ford, Joan Jett e Cherie Curie, as três ex-integrantes vivas da banda The Runaways, finalmente fizeram as pazes. Lita Ford finalmente selou as pazes entre ela e suas duas ex-companheiras de banda após anos de brigas e processos.

Lita recentemente resolveu dar uma virada brusca em sua vida, após terminar seu casamento, que ela descreveu como “Ike e Tina Turner”. Ela superou o trauma do fim do relacionamento lançando seu novo álbum, “Living Like A Runaway”, que ela espera ajude todos a esquecerem seu último lançamento, “Wicked Wonderland” feito em parceria com o ex-marido, o vocalista Jim Gillette.

Agora, ela foi além e acertou as coisas com Joan Jett e Cherie Curie. Segundo Lita: “Eu não falava com Joan há tanto tempo... A última vez havia sido em 1980,quando a Runaways acabou. Eu pedi ao meu empresário, Bobby Colin, para ligar para Kenny Laguna, empresário da Joan e tentar marcar em jantar entre nós. Ele marcou um jantar em Nova York.

Eu levei Rudy Sarzo comigo – apenas como amigo – e Joan levou Kenny com ela. Foi um jantar muito agradável, amigável mesmo, como se estivesse encontrando minha irmã. Nós falamos sobre os velhos tempos e Joan me passou o contato de Cherie. Quando fui para a costa oeste, jantei com Cherie.”

Sobre a possibilidade de trabalharem juntas de novo, Lita diz: “Eu não sei o que Joan acha sobre isso. Eu não consegui obter uma resposta definitiva dela. Mas o que eu queria era que ela soubessse que estou aqui e se ela decidir formar as Runaways novamente, eu aceito 100%”

Phil Collins: reafirma que não quer mais fazer shows

Longe dos palcos desde 2008, quando passou por um problema nas cordas vocais e perda auditiva, Phil Collins reiterou sua decisão de permanecer sem fazer shows. Segundo Collins, seu papel como pai está suprindo a necessidade de se apresentar.

“Eu não posso mais tocar como costumava”, disse o ex-baterista do Genesis, referindo-se aos seus recorrentes problemas de saúde. “Não quero fazer um show ‘meia- boca’, nem ser uma sombra do que eu era antes.”

O músico, que lançou o álbum Going Back em 2010, afirma não saber o que o futuro reserva para ele musicalmente. “Eu não garanto se tocarei ou escreverei mais músicas. Eu meio que coloquei esse lado da minha vida em espera, principalmente porque sei que ganhei esta oportunidade para ficar sem fazer nada”, acrescenta.

Assim, a decisão de Collins – somada as constantes recusas de Peter Gabriel – tornam uma reunião da formação clássica do Genesis algo ainda mais distante.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Destruction: Homenagem em Thrash 'Til Death?

Será que um dos titãs do Thrash Metal germânico o Destruction, estaria homenageando alguns dos maiores trabalhos do Kreator e Exodus na música "Thrash 'Til Death"?

Há um trecho na música que eles citam os álbuns: Pleasure to Kill (KREATOR) e Bonded By Blood (EXODUS), muitos já devem ter reparado nisso.

Em inglês:
"They can't break our will
We have the pleasure to kill
We are bonded by blood
Again they will rot"


Tradução:
"Eles não podem quebrar nossa vontade
Nós temos o prazer de matar
Somos ligados por sangue
Novamente eles irão apodrecer"

Coincidência ou fato? Tirem suas conclusões!

Letra completa:

Metal revolution - possessed we fight hand in hand
Sardonic aversions - only in union we stand
Depressive perspective - gives us a place to retreat
Never divided - no discussions stay to the roots

Real cultured - out of plastic - can't share their philosophies
Sarcasm and passion - we have our own forces
Dictators predators - won't rule our black hearts
Bestial invasion - explodes in our evil souls

They can't break our will
We have the pleasure to kill
We are bonded by blood
Again they will rot

Thrash 'til death
Thrash 'til death
Immortal soul takes control - immortal soul
Thrash 'til death
Immortal soul takes control - immortal soul
Thrash 'til death

Discover our history - this rebellion ain't a fuckin' trend
Stillborn music - swallow our self-defence
Metal revolution - possessed we fight hand in hand
Eternal conviction - only in union we stand

Thrash 'til death!

Pantera: Não há mais material inédito da banda, afirma Vinnie Paul



O ex-baterista do PANTERA, VINNIE PAUL, alertou os fãs para que não esperem por mais nenhum material inédito depois de a faixa ‘Piss’ ter vindo à tona porque ele não acha que haja mais nada a ser descoberto.

Com certeza esqueceram-se dela”, ele diz da faixa gravada durante as sessões de ‘Vulgar Display of Power’, de 1992.

Por alguma razão, e eu não sei o porquê, nós a deixamos fora do disco. As pessoas na gravadora estavam revirando os arquivos e se depararam com ela. Com muitas dessas faixas tem uma estrofe ali, talvez um refrão acolá. A música está inacabada e os produtores vão e a terminam. Mas essa estava totalmente acabada. E é especial porque eu sinceramente não acredito que haja nenhuma outra faixa não-lançada do Pantera por aí.

Skid Row: Bolan e Snake recusaram inclusão de ‘I Remember You’ em ‘Rock of Ages’



A adaptação cinematográfica do sucesso da Broadway, ‘Rock of Ages’ estreou no fim de semana passado com resultados decepcionantes.

O filme com Tom Cruise ficou em terceiro lugar nas bilheterias com receita de apenas US$ 15 milhões, o que o deixou atrás de ‘Madagascar 3’ [US$35.5 milhões] e ‘Prometheus’ [20.2 milhões].

‘Rock of Ages’ é descrito como uma história de amor contada com a música do Bom Jovi, Journey, Poison, Twisted Sister e outros artistas dos anos 80.

Uma das faixas que os fãs NÃO vão ouvir no filme é o sucesso do Skid Row, ‘I Remember You’.

O ex-vocalista do Skid Row, Sebastian Bach, atualmente em turnê para divulgar seu último disco, ‘Kicking & Screaming’, conta mais da história para Cristina Massei do site Sonic Shocks.

A real é que Snake [Dave Sabo, guitarrista] e Rachel [Bolan, baixista], que co-escreveram ‘I Remember You’, recusaram-se a licenciá-la pára o filme’, explica Bach. ‘Os produtores de ‘Rock of Ages’ queriam ‘I Remember You’ na peça e no filme, mas Snake e Rachel não gostam de dinheiro [risos]. Eles tem aversão a dinheiro. Eles preferiam não ter dinheiro. Eu não sei porquê – você pode entrevistá-los a respeito – mas essa é a verdade. A peça queria a música e eles disseram que não a queriam no filme – porque dinheiro é ruim

A faixa foi o terceiro single do disco homônimo de 1989 do Skid Row e chegou à sexta posição das paradas estadunidenses.

Robert Trujillo: ‘O Sabbath me dava pesadelos’


Na imensa edição de 172 páginas da revista inglesa METAL HAMMER, na qual se celebra o BLACK SABBATH, alguns grandes nomes do Metal falam sobre a influência dos pais do Metal – incluindo o METALLICA, SLAYER, ZAKK WYLDE, SLASH, BEHEMOTH e outros.

Escolher a melhor música do Sabbath é impossível!”, ri o baixista do METALLICA, ROB TRUJILLO. “’Symptom Of The Universe’ porque é tão forte, esmagadora e implacável. ‘Sweet Leaf’ porque era meu segundo show com Ozzy em Las Vegas em 1996. ‘Sweet Leaf’ era a deixa pra eu e Ozzy darmos início a uma sequência do show, parecia que dançávamos a dança do siri!

A faixa-título ‘Black Sabbath’ foi a primeira deles que eu me lembro de ter ouvido. Eu tinha 11 anos de idade e o irmão maconheiro de um amigo meu disse, ‘Ouve isso e fica olhando pra capa do disco’. Era uma garagem escura com luzes negras e lava lamps. Eu tive pesadelos depois daquilo. Nunca mais fui o mesmo…

Behemoth: Vocalista finalizando autobiografia

O músico polonês Adam Darski, mais conhecido como Nergal, divulgou que está em processo de finalização de sua autobiografia. O livro que contará a história de vida do vocalista e guitarrista do Behemoth recebeu o nome de “Sacrum Profanum” e o lançamento na Europa está previsto para setembro.

Segundo Nergal, o livro é “como uma longa e profunda entrevista”. Para o trabalho de divulgação do livro, Nergal está trabalhando com a produtora Grupa 13, a mesma responsável pelos videoclipes de “At the Left Hand Ov God” e “Ov Fire and the Void”, do Behemoth.

“Estamos filmando alguns vídeos para divulgá-lo. Os episódios serão como pequenos retraros de certos capítulos do livro”.

Produtora: nega shows do Mudhoney no Brasil

As duas supostas apresentações que a banda Mudhoney faria no Brasil, nos dias 16 e 17 de outubro, foram desmentidas pela produtora responsável pelos negócios do grupo no País.

A notícia dos shows foi publicada no site do jornal Folha de S.Paulo no último final de semana, o que causou certo alvoroço entre os fãs do grupo. Porém, a produtora Inker divulgou através das redes sociais uma nota negando esses shows. Confira abaixo:

“URGENTE! O site Folha Ilustrada - o caderno de cultura do jornal Folha de S.Paulo - publicou ontem (16) uma nota errada sobre o Mudhoney. A Folhaonline afirmava que a banda viria ao Brasil se apresentar no CLASH CLUB em outubro. Esta informação não procede e nem a Inker Agência (responsável pelo Mudhoney na América do Sul), nem a Clash Club confirmaram-na ao veículo! Coincidentemente as datas são as mesmas dos shows que o Mudhoney fez ali em 2008, então, aí deve estar a confusão toda...”

O Mudhoney é uma das bandas precursoras do que se convencionou chamar de Grunge. O último trabalho de estúdio lançado pelo grupo foi “The Lucky Ones”, de 2008.

Kiko Loureiro: disponibiliza música nova na internet

Desde o último sábado, 16, os fãs do guitarrista Kiko Loureiro têm disponível para baixar oficialmente da internet uma das novas composições do músico. A nova música tem o título de “Conflicted” e é uma das faixas que compõem o próximo álbum solo do guitarrista do Angra.

Este novo disco foi batizado como “Sounds of Innocence” e o lançamento está previsto para julho. A formação base que gravou as faixas do disco conta com o baixista Felipe Andreoli, também integrante do Angra, e o baterista Virgil Donati.

Para baixar “Conflicted”, basta acessar o site oficial do guitarrista: kikoloureiro.com.br.

Grave Digger: divulga detalhes sobre novo álbum

Está agendado para chegar às lojas européias no dia 31 de agosto o novo álbum de estúdio do Grave Digger. O disco foi batizado como “Clash of the Gods” e estará disponível nos Estados Unidos no dia 04 de setembro, via Napalm Records.

Antes do lançamento do novo trabalho, o grupo alemão vai lançar um mini-CD, contendo seis faixas, e chamado “Home at Last”. Este mini-CD chega às lojas nos dias 27 de julho, na Europa, e 07 de agosto, na América do Norte.

“Clash of the Gods” foi gravado no estúdio Principal, na cidade alemã de Münster. Dez músicas foram selecionadas e fazem parte do repertório, além de um cover de uma cantora alemã. Mas não pensem os fãs que será alguma versão da Doro, por exemplo. A banda já anunciou que não se trata de uma canção originalmente de Heavy Metal, mas que ganhou essa roupagem na nova versão.

O repertório final de “Clash of the Gods” ainda não foi divulgado, mas o grupo liberou na internet a lista de músicas do mini-CD “Home at Last”:

01. Home at Last
02. Rage of the Savage Beast (non-album track)
03. Metal Will Never Die (non-album track)
04. Ballad of a Hangman (live in Wacken 2010)
05. Excalibur (live in Wacken 2010)
06. Heavy Metal Breakdown (live in Wacken 2010)

Opeth: Vocalista regrava clássico do Genesis

O vocalista Mikael Åkerfeldt, da banda sueca Opeth, gravou vocais em uma nova versão para um dos grandes clássicos do Genesis, a música “Supper’s Ready”.

A gravação é uma colaboração entre Åkerfeldt eo ex-guitarrista do Genesis, Steve Hackett. A música “Supper’s Ready” faz parte do álbum “Foxtrot”, lançado pelo grupo inglês de Rock Progressivo em 1972. Nessa época o Genesis ainda contava com os vocais de Peter Gabriel. Confira um vídeo da música original, ao vivo, logo abaixo.

Apesar do anúncio da parceria, não foram divulgados detalhes sobre o projeto.


Rolling Stones: banda nega boatos de aposentadoria

Representantes dos Rolling Stones foram a público negar os boatos de que a banda iria encerrar sua carreira com um show celebrativo no festival Glastonbury do ano que vem.

A notícia começou a circular quando, na semana passada, o jornal Sunday Mirror divulgou a informação de que a banda, que está comemorando 50 anos de carreira, iria se aposentar no próximo ano.

“Todo mundo espera que o Glastonbury do ano que vem tenha um line-up perfeito. Mas por enquanto não tenho nada a negar ou confirmar”, disse o organizador do festival, no qual os Rolling Stones nunca se apresentaram.

Atualmente, a banda se prepara para estrear uma exposição fotográfica no próximo mês. Chamada The Rolling Stones: 50, a mostra fotográfica será inaugurada no dia 13 de julho, em Londres, onde ficará exposta até o dia 27 de agosto.

A abertura da exposição coincide com o lançamento do livro de mesmo nome, que traz aproximadamente 700 fotos que ilustram a história da banda.  Já a mostra conta com mais de 70 gravuras, entre imagens raras e inéditas dos Stones em estúdio e em turnê.

Recentemente, o guitarrista da banda, Ron Wood, revelou que os Rolling Stones podem entrar em uma turnê comemorativa no final deste ano, mas que ainda não existem planos de gravar músicas novas. Por enquanto, só estão confirmados os lançamentos de dois documentários sobre a banda, ainda em 2012, além do livro e da exposição.

Rush: Turnê terá seção de cordas em shows


Em sua próxima turnê, o Rush terá companhia no palco. O trio canadense dividirá espaço com uma seção de cordas nos shows de promoção de seu novo álbum, 'Clockwork Angels' – que saiu na semana passada.

Alex Lifeson disse à revista Billboard (EUA) que serão oito ou dez músicos convidados sob a regência de David Campbell, conforme mostrou o site Music-News. "É algo diferente para nós, e mal posso esperar para ouvir como ficará", disse o guitarrista. "O repertório está bastante fluente atualmente. Estamos adicionando e substituindo musicas constantemente. É assim que sempre fazemos antes de começarmos os ensaios"

Veja abaixo as faixas de 'Clockwork Angels':

01. Caravan
02. BU2B
03. Clockwork Angels
04. The Anarchist
05. Carnies
06. Halo Effect
07. Seven Cities of Gold
08. The Wreckers
09. Headlong Flight
10. BU2B2
11. Wish Them Well
12. The Garden

Guns N' Roses: Equipamentos vão para leilão

Para abrir espaço para novas coisas, a equipe de tour do Guns N' Roses recentemente fez uma auditoria sobre adereços e equipamentos que a banda já não precisa mais. Tudo isso está sendo leiloado no eBay. Uma série de ítens como amplificadores, teclados, racks, pedais, placas e cases de instrumentos estão na lista e outros serão adicionados nas próximas semanas.

A menos que seja especificado, não será possível identificar em quais turnês estes ítens foram usados, nem pedir para que eles sejam autografados ou autenticados. Informações podem ser encontradas nas descrições de cada ítem.

Tudo será vendido sem reserva.

Alice Cooper: afirma que Lady Gaga é a sua versão feminina

Não é segredo a admiração de Alice Cooper por Lady Gaga – vide a inclusão de “Born This Way” no atual setlist. O cantor explicou o que vê na popstar:

“Ela é uma espécie de versão feminina minha. O que faz no palco é basicamente a mesma coisa. Escrevo as músicas para um personagem e o interpreto, como se fosse um diretor, que nem ela. Quando nos conhecemos, nos identificamos. Na atual turnê, decidi vestir o Frankenstein que uso como Lady Gaga. Ela viu e mandou um e-mail dizendo que tinha adorado”.

Ozzy Osbourne: Filho de Ozzy é diagnosticado com esclerose múltipla

Jack Osbourne, o filho de Ozzy Osbourne, foi diagnosticado com esclerose múltipla, afirma a revista inglesa Hello. A revelação chega apenas dois meses depois do nascimento de Pearl Clementine, sua primeira filha, com a noiva Lisa Stelly.

O herdeiro de Ozzy procurou o mesmo hospital em que Pearl nasceu após notar alguns problemas, e descobriu a perda de cerca de 60% da visão do olho direito. Jack contou à revista que o susto inicial foi grande, com muitas oscilações inesperadas de humor.

"A hora foi péssima. Eu tinha acabado de ter um bebê, o trabalho ia bem - eu fique pensando: 'Por que agora?", disse. "Fiquei muito bravo, depois muito triste por alguns dias, e depois disso percebi que ficar magoado não irá ajudar em nada".

Scorpions: Guitarrista afirma que a banda não vai acabar

Ao contrário de sua proposta para a atual turnê, o Scorpions não irá se aposentar. No ano passado, os veteranos hard-rockers alemães haviam decidido encerrar sua jornada com uma longa agenda de shows pelo mundo. Porém, a demanda de compromissos e os novos projetos que têm surgido parece tê-los convencido do contrário.

"Nós chamamos a turnê de despedida acreditando que seria a última vez que tocaríamos", explicou Matthias Jabs ao AZCentral. O guitarrista destacou que, embora tenham desistido de parar, não pretendem mais encarar o mesmo ritmo puxado e fazer longas excursões mundo afora – tal qual o Judas Priest anunciou recentemente.

"O Scorpions não vai se separar. Estamos parando mesmo é de fazer constantes turnês – e de entrar e sair do estúdio e, então, voltar à estrada", continuou. Porém, Jabs revelou que a trupe deve lançar novidades em 2013. "Temos muito material filmado. Vamos trabalhar em algo como uma antologia, algum tipo de caixa especial".

Em setembro, a banda faz dois shows em São Paulo, nos dias 20 e 21 (Credicard Hall).

Rolling Stones: Despedida pode acontecer em 2013

De acordo com informações do site Gigwise, a banda Rolling Stones pode se despedir definitivamente dos palcos em 2013, após apresentação no festival Glastonbury.

"Todos os integrantes concordaram que o próximo ano é ideal para terminar em grande estilo", disse uma fonte próxima ao grupo. "É agora ou nunca e, obviamente, Glastonbury é o festival mais importante do circuito. Estão todos entusiasmados", completou.

Neste ano, o grupo inglês completou 50 anos de carreira e uma turnê comemorativa acontecerá em 2013. As apresentações devem passar pelos Estados Unidos e Europa, com encerramento no Glastonbury - onde a banda nunca se apresentou.

Paul McCartney: completa 70 anos

Nem a passagem dos anos nem os novos talentos musicais podem ofuscar Paul McCartney, uma lenda viva que completou nesta segunda-feira (18) 70 anos e é tão venerado pelos britânicos como a rainha Elizabeth II da Inglaterra.

Nascido em 18 de junho de 1942 em Liverpool, noroeste da Inglaterra, sir James Paul McCartney fez nesta segunda uma pausa em sua intensa agenda de trabalho para celebrar seu aniversário sem grande pompa, rodeado por família e amigos, segundo ele mesmo revelou.

Com seu aspecto de eterno adolescente, sua simplicidade e sua proximidade das pessoas, McCartney continua gerando muita atenção da mídia e é sinônimo da melhor coisa que aconteceu ao Reino Unido no século XX em termos musicais: os Beatles.

Embora a única que possa usar coroa no Reino Unido seja Elizabeth II, Paul é indiscutivelmente o "rei" da música, superando inclusive outros grandes compatriotas, como Mike Jagger, David Bowie, Elton John, Rod Stewart e Bryan Ferry.

Tamanha é sua importância que o músico está presente nos eventos musicais britânicos mais importantes, como foi o recente show na frente do Palácio de Buckingham para homenagear Elizabeth II por seus 60 anos no trono. Em recente entrevista ao jornal "The Daily Telegraph", Macca, como é chamado pelos fãs, brincou ao afirmar que o reinado de Elizabeth II será recordado como "o dos Beatles".

Como a música é sua paixão, apesar de os anos terem tirado a potência de sua voz, McCartney continuará marcando presença nos grandes eventos - no dia 27 de julho, ele será o responsável por concluir o show da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos.
 
Paul não pensa em se aposentar e acredita que ficaria entediado se deixasse de trabalhar, como afirmou ao lançar seu último disco "Kisses on the Bottom", que conta com algumas das canções tradicionais que inspiraram os Beatles.

"Eu gosto do que faço, esse é o grande segredo, eu gosto demais. O que mais vou fazer? Ficar sentado na frente da televisão?", afirmou em janeiro durante o lançamento do disco. Com seu rosto pueril e seu cabelo tingido, McCartney é sem dúvida a lembrança viva do lendário quarteto de Liverpool, dissolvido em 1970 e criado há 50 anos.

O livro Guinness dos Recordes chegou a qualificá-lo como o compositor de maior sucesso de todos os tempos, com 60 discos de ouro e vendas de singles que superaram os 100 milhões de unidades. Sua fortuna pessoal, crescente com a passagem dos anos, é estimada em US$ 1 bilhão, graças em parte aos lucros de sua empresa MPL Communications, proprietária dos direitos autorais de milhares de canções.

Além de ter escrito as músicas mais famosas dos Beatles, como "Yesterday", "Hey Jude" e "Let It Be", McCartney é compositor de música clássica, eletrônica e de trilhas sonoras; a mais famosa delas, "Live and Let Die", para um filme de James Bond.

As canções dos Beatles, as que compôs com a banda Wings (que formou com sua primeira mulher Linda Mcartney após a dissolução dos Beatles), e outras mais recentes continuam fazendo sucesso e atraindo multidões para os shows que faz ao redor do mundo.

Vegetariano, defensor dos direitos dos animais e apaixonado pela educação musical, McCartney passa a maior parte do tempo em Londres com sua terceira mulher, a americana Nancy Shevell, com quem se casou no último dia 9 de outubro.

A primeira mulher de Paul, Linda, morreu de câncer de mama em 1998 e seu segundo casamento, com a modelo Heather Mills, acabou em um amargo e caro divórcio em 2008.

sábado, 16 de junho de 2012

Radiohead: palco no Canadá cai e fã morre

O palco onde o Radiohead iria se apresentar na tarde deste sábado (16/5), no Downsview Park, no Canadá, caiu e deixou três vítimas, sendo uma fatal. O local ainda não estava cheio, mas havia muitos fãs à espera do show.

Usando a conta oficial do twitter, o grupo informou ao público o cancelamento da apresentação, por causa de “circunstâncias imprevistas”. Ainda não se sabe qual é a causa da queda da estrutura nem as causas da morte do fã. As informações são do site de celebridades TMZ.

Demo Clipe: a evolução natural das demos em fita e CD?

Há algumas décadas atrás o maior orgulho de uma banda recém formada era poder exibir uma fita cassete encapada com seu logo, ou não, contendo três ou quatro músicas autorais gravadas quase sempre em condições técnicas pouco favoráveis. Era a chamada “Demo Tape”, que hoje virou artigo de colecionador saudosista.

O tempo passou, a tecnologia obrigou as bandas a aposentarem a velha fita cassete e a substituí las pela qualidade inquestionável dos CD´s.

A digitalização facilitou os processos de gravação e, apesar de ainda onerosas, a confecção do “Demo CD” tornou se a forma obrigatória de apresentação de uma nova banda ao mercado. O velho conceito de que o importante era criar seu próprio som e grava lo do jeito que desse estava definitivamente sepultado.

Para chamar a atenção um “Demo CD” precisava ter qualidade sonora e visual. De preferência com apresentação impecável. A imagem era “quase tudo” no mundo do rock e “tudo” no mundo do pop.

Sua divulgação dependia quase que exclusivamente das revistas especializadas e de um ou outro programa de rádio que por motivos óbvios (falta de tempo e espaço) não dava conta da demanda de boas bandas que apareciam. A seleção de quem era notícia ou ia ao ar dependia de quem chamasse mais a atenção e é claro que uma boa capa aliada a um bom release ajudava muito nessa hora. O bom e velho “boca a boca” também ajudava, mas não colocava ninguém na mídia.

Foi quando chegou a Internet e com ela o Napster, programa de compartilhamento de arquivos que mudou o mundo da música como nunca antes.

A facilidade de acesso e o custo quase zero está praticamente enterrando as mídias físicas sete palmos abaixo da terra. Chegamos enfim a tal “Era Digital”!

Brigas na justiça, lobby de gravadoras, discussões públicas que expuseram bandas e arranharam sua reputação, “chororô” de músicos e gravadoras que vendiam milhões. Nada disso adiantou e os sites de downloads estão por aí. E mesmo que se feche um, outros dois serão abertos. O caminho é sem volta e o famoso “sistema” insiste em lutar contra.

Dentre tantas interrogações que visam prever o futuro uma me chamou a atenção porque, pelo menos em meu ponto de vista, está começando a ser respondida:

“Qual a forma mais eficiente de se promover uma banda que acabou de sair do forno?”

Como produtor do Programa MultRock tenho notado uma tendência crescente ao escolher os clipes das novas bandas autorais que vamos ajudar a divulgar no programa: a maioria delas prefere investir seus recursos financeiros na edição de um clipe bem produzido do que na gravação de um álbum com dez ou doze músicas.

Ao longo dos meses fui entrando em contato com cada uma delas para pedir informações e autorizações de exibição e notei que em alguns casos a banda sequer havia feito um show ao vivo! Outras tinham apenas três canções gravadas!

Mas todas tinham seu próprio site e disponibilizam suas composições para download gratuito.

O detalhe mais interessante é que os clipes têm uma produção impecável e utilizam o que há de mais moderno em termos de edição. Quando a banda promove o lançamento do clipe nas redes sociais já se referem a ele como “nosso novo single” ou “nosso primeiro single”. Isso me lembra muito o Compact Disc, muito popular nas décadas de 60, 70 e início da de 80.

Será que é uma volta no tempo?

Pelo que parece, e ao contrário do que se pensava, o número de downloads nos sites talvez não tenha a mesma importância que o número de visualizações no Youtube.

O que define o sucesso ou o anonimato de uma banda é o número de pessoas que visualizaram o seu som. Deu pra entender? “Visualizar o seu som”...

Não é incomum que alguns músicos possuam uma rede de amigos que diariamente tem o trabalho de dar um ou mais “plays” nos sites de hospedagem dos clipes.

Dentre as boas bandas que conheci nessas circunstâncias três delas me chamaram a atenção pela qualidade de suas músicas e de seus clipes: TRIGGERZ, DIRTY GLORY E TIER.

Essa última conseguiu até colocar a modelo e ex dançarina do latino, Andressa Urach no clipe da música “Sem Saída” que foi apresentada na 10ª edição do MultRock e que você pode conferir no link abaixo.



Diante dessa “nova ordem mundial” só me resta acreditar que o futuro das bandas iniciantes está no “Demo Clipe” e na volta da divulgação “boca a boca”, ou melhor, “página a página” já que as redes sociais invadiram nossa vida e se tornaram uma importante ferramenta de divulgação. Sinais da revolução tecnológica.

E assim será por um bom tempo. Ou até que uma nova revolução nos pegue de surpresa.

Beatles: Yellow Submarine é relançada em Blu-Ray

Mesmo tendo sido lançada em DVD em 1999, a animação "Yellow Submarine", dos Beatles, foi remasterizada em certos âmbitos, mas ainda assim sustentando a orignalidade de seus traços.

A nova edição, que traz detalhes do processo de criação, foi relançada também no iTunes e em Blu-Ray.

No enredo do filme em desenho animado, os personagens e autores da trilha confrontam os Blue Meanies e seu exército na imaginária Pepperland.

A obra de 1968, a qual pode ser encontrada em lojas e na Beatles  Store, já tem uma versão digital interativa, disponível para download grátis no iTunes.

Mick Jagger: modelo diz que ele tem o menor pênis do mundo

Parece que a ex-namorada do vocalista do Rolling Stones, Mick Jagger, Janice Dickinson, não aceitou muito bem o fim do relacionamento com o cantor. Em entrevista ao Daily Star em 2010, a moça disse que o roqueiro “tem o menor pênis do mundo”. A informação é do site Vírgula.

A ex-modelo foi uma das muitas namoradas que Jagger teve durante os anos 80. “Ele é o maldito Sir Mick com seu ‘pauzinho’. É bem minúsculo”, esbravejou Janice. “Eu vou desprezar ele até o fim da minha vida”, completou. O motivo de tanta raiva pode residir no fato de que Jagger terminou com a modelo via telefone, o que não é lá muito respeitoso.