segunda-feira, 23 de abril de 2012

Tirinhas: AC/DC















Angus Young, considerado um dos melhores guitarristas do mundo, tem como marca registrada fazer shows utilizando um uniforme escolar. Ele costumava ensaiava logo após as aulas e, consequentemente, o uniforme sempre estava presente. A ideia de começar a fazer shows com essa roupa foi dada pela sua irmã, Margaret Young.














O lendário vocalista Bon Scott faleceu depois do lançamento de "Highway to Hell", após "tomar todas" em uma noite e sofrer uma intoxicação causada pela aspiração de seu próprio vômito. No entando, uma versão menos aceita diz que Scott bebeu "apenas" o suficiente para adormecer em seu carro, mas como era uma noite muito gelada, isso teria resultado em morte por hipotermia.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Com a morte de Bon Scott, foi recrutado o excelente Brian Johnson, o único "substituto insubstituível" do mundo. Sua voz conseguia ser ainda mais aguda e estridente que a de Scott, capaz de causar inveja a qualquer arara. Também é perfeita para irritar pais e vizinhos, ou seja: perfeita para o rock and roll do AC/DC.














Malcolm Young, guitarrista base e um dos principais compositores do grupo, não pôde participar da turnê de "Blow Up Your Video", disco de 1988, por enfrentar problemas com o alcoolismo. Stevie Young, seu sobrinho, o substitui durante este período. Para a felicidade geral da nação (nada contra Stevie), Malcolm logo estava de volta para gravar o fabuloso "The Razors Edge", em 1990.














Chris Slade, baterista do AC/DC entre 1990 e 1994, se destacou não só por sua técnica avançada, como também pelos bumbos laterais que costumava usar em sua bateria, na altura aproximada de sua cabeça, dando um peso a mais ao som da banda.
 
 
 Porém, mesmo com toda a habilidade de Slade, a banda opta por chamar de volta Phil Rudd, que havia se separado do grupo por problemas pessoais com Malcolm durante as gravações de "Flick of the Switch", em 1983. Angus considerou Chris Slade um dos melhores músicos que já passaram pelo AC/DC, mas para trazer Phil de volta, valeria a pena pedir gentilmente ao "carequinha" para que ele se retirasse. E foi o que aconteceu, com a banda revivendo a formação do clássico "Back in Black".
 
Em 2009, o AC/DC lança um box intitulado "Backtracks", contendo várias raridades, como CD's, DVD's, livro, palheta, pôster etc. Porém, um dos artefatos que mais chama a atenção é a caixa da versão deluxe, onde estão contidos os demais objetos: trata-se de um pequeno amplificador de guitarra de 1 watt, que funciona de verdade. Existem apenas 50.000 edições deluxe desse box, disponibilizadas para venda via internet

0 COMENTE AQUI:

Postar um comentário